NOESIS – Notícias da Educação

Está já disponível o boletim de educação NOESIS do mês de outubro. Trata-se de uma publicação com o objetivo de partilhar e valorizar o que acontece na área da educação em Portugal, este Boletim oferece, mensalmente, uma seleção de notícias sobre eventos, iniciativas e projetos, legislação, publicações e estudos do que de mais relevante se faz neste domínio.

O boletim poderá ser subscrito através de mensagem de correio eletrónico enviada para boletimdge@dge.mec.pt.

Aceda ao último número aqui.

Números anteriores disponíveis em http://www.dge.mec.pt/boletim-noesis.

LISTAS DEFINITIVAS – Contratação Inicial e Mobilidade Interna

Divulgadas hoje as listas definitivas para a contratação inicial e mobilidade interna de professores onde se constata, mais uma vez, a dificuldade do sistema integrar novos professores, de uma forma geral, e especificamente para os grupos 240 e 530, onde as listas são apresentadas em branco, sem qualquer professor colocado e a diminuta lista, com apenas seis professores colocados na contratação inicial, para o grupo recrutamento 600, são o espelho das políticas erradas de educação que foram impostas num passado recente e que gostaríamos de ver alteradas em breve.

A APEVT volta a afirmar que estes profissionais, já muito maltratados pelo sistema educativo, especialmente com o fim do par-pedagógico na legislatura anterior, onde os professores do grupo 240 viram o seu número reduzido a quase metade com o fim da EVT no 2º ciclo, a aniquilação quase completa da disciplina de ET no 3º cíclo, que veio agravar ainda mais a precariedade dos professores desta área e fragilizar o trabalho com os alunos e a intervenção no espaço escola volta, mais uma vez, a ser refletido nas listas de contratação inicial para professores. A APEVT espera, com esta nova janela de oportunidade que poderá ser a flexibilização curricular, aberta este ano letivo a um grupo restrito de escolas em programa piloto, possa ser bem aproveitado por todos os colega nas suas escolas para voltar a dar novo brilho a esta área de saber e de trabalho de forma a reafirmar a sua presença na escola como espaço de referência para os alunos no seu currículo.

Arriscar, concurso de ilustração da associação AJUDARIS.

A Ajudaris é uma associação particular de carácter social e humanitário de âmbito nacional, sem fins lucrativos, considerada de utilidade pública desde 2008 (Registo de IPSS 06/09). Sem ajudas estatais, desenvolve projetos de intervenção social – http://www.ajudaris.org/ -, que visam combater a fome, a pobreza e a exclusão social, através da educação e formação.

Um dos projetos mais inovadores e emblemáticos da Ajudaris é o “Histórias da Ajudaris”, criado em 2009 e que vai para a 9ª edição. Com mais de 600 estabelecimentos de ensino solidários, cerca de 30.000 pessoas envolvidas no mesmo, entre crianças, pais, professores, figuras ilustres e voluntários, intensamente empenhadas na concretização e alargamento sucessivo deste Projeto que promove a leitura, a escrita e a cidadania.

No seguimento do impacto das “Histórias da Ajudaris” a nível nacional, foi criado o projeto “Ar(riscar)?”. Este é um projeto aberto à participação de todos os alunos inscritos no ensino secundário (10.º/11.º/12.º), que frequentem escolas públicas, privadas e escolas profissionais.

O concurso é SIMPLES: consiste na elaboração de um trabalho original sobre o tema “Refugiados”, deixando ao aluno o critério livre de escolher a técnica e o suporte de desenho.

A ilustração deve respeitar escrupulosamente as dimensões de 25 cm x 25 cm. No caso da utilização de técnicas mistas nas obras a enviar, a espessura máxima da ilustração, incluindo o suporte, é de 2 cm.

AJUDARIS . PROJETO ARRISCAR (ver aqui regulamento)