3.º CICLO – Educação Tecnológica

“O rapaz que prendeu o vento”

 

William Kamkwamba nasceu no Malawi, onde vivia na mais absoluta pobreza e, aos 13 anos, teve de abandonar a escola por falta de meios. Mas isso não refreou o seu otimismo nem a sua vontade de aprender e, graças a uma biblioteca escolar, continuou a acompanhar as matérias escolares.

Um dia descobriu um livro que mudaria por completo a sua vida e que explicava o funcionamento dos moinhos de vento. Utilizando materiais improvisados, muitas vezes recolhidos em sucatas, William conseguiu montar dois moinhos de vento e, assim, fornecer energia elétrica e água à sua pequena comunidade.

O seu feito tornou-se notícia em todo o mundo e é contado neste livro e em filme “O rapaz que prendeu o vento” que retrata os problemas que afligem o continente africano e sugere que as melhores soluções não partem necessariamente da ajuda dos países ricos.

A nossa sugestão de atividade para os professores ou pais proporem às crianças e jovens dois desafios:

DESAFIO 1

A. Após o visionamento do filme “O rapaz que prendeu o vento”. Tentar reflectir e dar resposta às seguintes questões:

  1. Qual a situação problema que o filme trata?
  2. Qual o princípio de funcionamento do protótipo realizado?
  3. Que transformações de energia permitiram por em ação o objeto técnico inventado?
  4. Que tipo de atitudes tecnológicas revelou William?

B. Seguindo as etapas do método de resolução de problemas (definição do problema, investigação de soluções), realiza graficamente, com esboços e indicações escritas sobre os materiais que utilizarias se fosses construir o teu próprio moinho de vento.

 

DESAFIO 2

O moinho de vento do William tinha por certo, um circuito eléctrico com uma fonte de energia (ar em movimento e as velas do moinho faziam rodar um gerador elétrico – dínamo da bicicleta); com condutores (fios eléctricos) e um receptor (a bomba de água que retirava água do poço) e um componente de controlo do circuito – interruptor.

Experimenta realizar um circuito, idêntico ao descrito e igual ao da figura ao lado, com uma pilha de 1,5 volts que acenda uma luz, (utiliza componentes a partir do reaproveitamento de materiais – lanternas e brinquedos velhos, por exemplo.)

Por fim podes fazer a análise do objeto construído, Para tal visualiza o video “Análise do Objeto Técnico” e a partir dos seus conhecimentos tenta elaborar uma grelha de análise.

Concurso  “Material para reciclagem tem vantagem”

DESAFIO 2

Tendo em vista criar hábitos de recolha seletiva de resíduos e tornar a escola mais limpa, os alunos de uma escola inventaram um concurso interturmas que consistia  num primeiro momento na – Idealização e construção de um eco contentor da turma” e num segundo momento na  – Recolha  seletiva de resíduos da turma e pesagem semanal.

Nas aulas de ET cada turma projeta e constrói, numa diversidade de formas e materiais,  o seu eco contentor, que uma vez realizado, iniciam a participação no Concurso  “Material para reciclagem tem vantagem“.

                

REGULAMENTO DO CONCURSO ________________________________

  1. Cada turma constrói um eco contentor a colocar na sua sala, que deverá ter forma, dimensões, cor e símbolo adequado aos objetivos do concurso.
  2. Os alunos recolhem durante a semana a maior quantidade de resíduos sólidos, plásticos e papel.
  3.  Todas as semanas procedem à pesagem e armazenagem dos resíduos recolhidos  para constar no Mapa de Divulgação dos Resultados.
  4. As turmas ficam obrigadas a cumprir a politica dos 3Rs, assim como a criar materiais de divulgação e sensibilização do tema.
  5. No final do semestre faz-se a premiação das três melhores recolhas.

 

 

__________________________________________________________________________